Juiz de Fora - MG, Sábado, 24 de Junho de 2017 HOME | O DEMLURB | MAPA | FALE CONOSCO | WEBMAIL









Coleta Seletiva de Lixo:

INTRODUÇÃO

Caminhão da Coleta Seletiva

     Com a crescente produção de resíduos nos centros urbanos em todo o mundo o lixo passou a representar simbolicamente a devastação a que é submetido o ambiente natural. Paradoxalmente, também pode expressar a possibilidade da vida em harmonia, que se torna viável por meio da busca de um novo paradigma de produção e consumo.
     É constatável o início de uma tendência cada vez maior do uso indiscriminado de produtos descartáveis, proporcionando um aumento significativo no volume de lixo gerado nos centros urbanos, que provavelmente irão poluir o solo, a água e o ar, se não tiverem uma destinação adequada.
     Por este motivo, reciclar tornou-se muito importante, pois:
     - preserva o meio ambiente, diminuindo o material enterrado ou o jogado a céu aberto, evitando-se a poluição e diminuindo a retirada de recursos naturais que muitas vezes não são renováveis (ex.: petróleo);
     - torna o custo da produção menor, se comparado com o da produção originada diretamente da matéria-prima virgem.
     Além desses motivos, existem outros também importantes:
     - prolonga a vida útil dos aterros sanitários;
     - diminui o desperdício;
     - diminui o depósito de lixo em lugares clandestinos;
     - reduz o consumo de energia na produção;
     - gera renda pela comercialização dos recicláveis.
     Em Juiz de Fora a Prefeitura Municipal ciente de sua responsabilidade em prover a cidade de alternativas de redução do impacto ambiental causado pelo lixo, vem procurando impulsionar ainda mais a coleta seletiva no município através da implantação de um programa de Educação Ambiental, que abrange as escolas através de palestras e distribuição de cartilhas para as crianças e as comunidades e de um projeto piloto que vem contribuir para a redução do problema.

Caminhão da Coleta Seletiva
     A Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS, estabelecida pela Lei n° 12.305/2010, trata do gerenciamento e da gestão integrada dos resíduos sólidos em nosso país, ou seja, todos (gestores, consumidores e comunidade em geral) terão responsabilidades no descarte do que não mais tiverem a intenção de possuir. A Política estabelece as diretrizes para que possamos dar uma destinação final satisfatória aos resíduos sólidos, como uma forma de proteção ao meio ambiente, utilizando-se de diversos instrumentos para o desenvolvimento de novos métodos de gestão, tratamento e disposição ambiental adequada dos resíduos. Uma novidade trazida pela Política é a participação dos catadores de materiais recicláveis no processo da coleta seletiva.
     A adoção de políticas de subsídios que permitam aos Catadores de Materiais Recicláveis avançarem no processo de reciclagem de resíduos sólidos é de extrema importância. A PNRS prevê no artigo 7° algumas medidas de inclusão dos catadores, entre elas o incentivo à indústria de reciclagem e a integração dos catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis nas ações que envolvam a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos.
     A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), preocupada em implantar a Política Nacional de Resíduos Sólidos e com a ressocialização e a inclusão social de catadores de materiais recicláveis, propôs um projeto-piloto, onde foram licitados dois caminhões específicos para a coleta seletiva que estão desde o dia 23/07/2012 coletando em alguns bairros da cidade, conforme as Rotas da Coleta Seletiva abaixo:

Clique aqui e confira os dias e horário em que o Caminhão
da Coleta Seletiva passa em seu Logradouro / Bairro.


     Nesse projeto piloto, a principal mudança está na participação direta da ASCAJUF - Associação dos Catadores de Juiz de Fora - visando um maior controle do lixo recolhido, uma vez que todo o material será encaminhado diretamente para o centro de triagem que funciona na usina de Reciclagem de Lixo, em Nova Benfica.
     A coleta seletiva constitui uma prática de respeito ao meio ambiente, reduzindo os problemas relacionados à disposição final dos resíduos sólidos. A realização de um programa de coleta seletiva, além de reduzir o volume dos resíduos destinados em aterros e a demanda por matéria-prima, traz benefício sócio econômico aos catadores de materiais recicláveis, que veem a reciclagem como única forma de sobrevivência.
     Entretanto, as mobilizações que tratam da limpeza de uma comunidade têm um caráter diferente; não bastam ações heroicas de curta duração. Os resultados não ocorrem imediatamente e dependem da atuação constante e paciente dos sujeitos envolvidos, uma vez que visam à consolidação de uma conduta mais disciplinada e consciente de cada cidadão, tendo como meta o bem coletivo.
     Na coleta seletiva, a maior parte das responsabilidades recai sobre a própria população beneficiada, a quem compete a separação dos materiais, o acondicionamento, o armazenamento e, finalmente, a apresentação dos mesmos nos dias e horários estabelecidos pelo DEMLURB.
     Desta forma, os catadores passam a exercer o papel de agentes de limpeza pública, sua atividade deixará de ser espontânea e passará a ser sistemática e planejada.
     Seguem abaixo dicas de como separar os materiais recicláveis, lembrando que não há necessidade da separação por categorias (papel, metal, plástico e vidro). Nas residências, o ato de separar o lixo seco do úmido já é satisfatório para o sucesso da coleta seletiva:









     Fonte:
     * Projeto Organiza Catador - Implantando a Coleta Seletiva com a participação dos Catadores de Materiais Recicláveis.
     * www.lixo.com.br

Sugestões e Comentários sobre este Serviço, preencha o formulário Fale Conosco: Clique AQUI ou ligue para o Alô DEMLURB: (32) 3690-3500.


Voltar para o topo da página

© Copyright 2006 / 2017 - Todos os direitos reservados. Divisão de Informática do DEMLURB - Departamento Municipal de Limpeza Urbana.

1 usuário on-line

DEMLURB - Departamento Municipal de Limpeza Urbana
Av. Francisco Valadares, nº 1.000 - Vila Ideal - Juiz de Fora - MG
CEP: 36020-420 - Telefones: (32) 3690-3501 / 3502 - Fax: (32) 3690-3511
E-mail: demlurb@demlurb.pjf.mg.gov.br - Alô DEMLURB: 3690-3500